terça-feira, 27 de março de 2012

Receita do Molho Branco Especial

Olá pessoal...
Notei que muita gente adora cair de boca no molho branco. Então resolvi repassar uma receita de molho branco que criamos na empresa onde trabalho.

Rendimento: Aproximadamente 20 litros
Aplicações: fica ótimo como molho para massas, panquecas, canelones, lasanhas, peixes e até carnes.

Ingredientes:
16 litros de leite integral
15 ovos
15 cebolas médias
20 dentes de alho ou uma colher de pasta de alho caseira (alho e óleo homegenizado)
30 folhas de louro
Pimenta branca quanto basta
2 colheres de sopa de sal
8 colheres de amido de milho

Modo de preparo:
1- despeje 15 litros leite em uma panela e acrescente o alho inteiro, a cebola cortada em 4 partes, as folhas de louro inteiras, a pimenta, 1 colher de sal e deixe ferver.
2- quando levantar fervura desligue e deixe descansar.
3- bata no liquidificador os ovos, 1 litro de leite e o amido de milho até ficar bem homogêneo.
4- quando o conteúdo da panela ja estiver com a temperatura mais baixa, coe e leve novamente ao fogo.
5- vá despejando a mistura do liquidificador aos poucos e mexendo sempre, até o molho engrossar. Prove, e acrescente o restante de sal.

Dica: para não formar aquela crosta sobre o molho, caso não vai ser usado imediatamente, corte um pedaço de manteiga e passe levemente sobre a superfície. Assim a película não se formará.

Bom Apetite!

quinta-feira, 22 de março de 2012

Alimentos energéticos??

Olá Pessoal..
Hoje falaremos sobre os alimentos, aliás, sobre os alimentos energéticos mais especificadamente. Isso porque dentre os alimento, podemos classificá-los como: alimentos construtores, ou seja, as proteínas; alimentos reguladores, ou seja, as frutas e verduras e por fim os energéticos que seriam as massas/açucares e as gorduras, resumidamente.
Pois bem os alimentos energéticos são os que fornecem a energia para o nosso corpo, alguns de forma rápida e outros de forma mais lenta. E é aí que entra a arte da nutrição... Qual devemos consumir? E em qual quantidade.
Eis a perguntinha que não quer calar ... O QUE EU COMO AGORA?
Pessoal a alimentação é um conjunto do seu dia, das atividades que realizada, dos horários que dispõem pra se alimentar e de tudo que já foi ingerido até o momento. Não é possível dizer ao certo sem antes realizar uma anamnese bem objetiva. Resumindo é tudo uma variável de hábitos e atividades.
Mas voltando ao assunto principal. Não existe uma regra do que devemos comer. Entretanto seja sempre sensato e aos poucos vá melhorando as escolhas do seu dia a dia.
Os alimentos energéticos servem como nosso combustível, uma vez sem energia nosso corpo fica sem força muscular, lentidão nos movimentos, cansaço e falta de vitalidade.
Então o que podemos levar em conta é que antes de atividades intensas que vão necessitar de bastante energia escolha os carboidratos (massas, açucares, pães, tubérculos, etc.). Isso por que as fontes energéticas provenientes de gorduras não são boas escolhas para energia imediata, uma vez que nosso corpo demora a metabolizar e transformar em energia, e infelizmente na maioria das vezes essa fonte acaba virando reserva de energia hoje, amanha e depois de amanha levando ao acumulo de gordura e em consequência excesso de peso. Por isso Galera, a gordura deve ser consumida com muita moderação.
TROCANDO EM MIÚDOS - exemplos de fontes energéticas:
DIVERSOS: Pães, massas, biscoitos, bolos, etc.
CEREAIS: Arroz, milho, aveia, cevada, centeio, etc.
FECULENTOS: batata, inhame, mandioca, todas as farinhas, etc.
AÇUCARES: mel, açúcares, melado, geléia, etc.
GORDURAS: óleo vegetal, azeite de oliva, manteiga, margarina.
Quero ressaltar ainda, que existem alguns erros conceituais como: o guaraná em pó ser um alimento energético. Este tem apenas alto teor de cafeína, o que conceitua-o como um alimento estimulante e não um energético.
Bem pessoal é isso. Para energia rápida coma carboidratos. As gorduras devem ser consumidas com moderação, mas precisam fazer parte da nossa dieta, uma vez que as vitaminas lipossoluveis dependem exclusivamente dos lipídeos para serem absorvidas metabolizadas e transportadas. Então mais uma vez ficamos com a mesma dica, o corpo perfeito fica mais perto quando você se alimenta bem e tem saúde. Melhore suas escolhas, nem sempre o mais gostoso é realmente mais gostoso. Pense nisso!

Lipídeos: gorduras em geral.
Carboidratos: massas, açucares, ceraias, feculentos, pães, entre outros.
Proteínas: carnes, ovos, leites e derivados.